registro-hospedaria-dos-imigrantes
Registro da Hospedaria do Imigrantes

 

Desde 18 de Junho de 1908, mais de 164 mil japoneses passaram pela Hospedaria de Imigrantes. Local onde os estrangeiros recém-chegados eram examinados por médicos e alojados até seguir viagem de trem rumando para as fazendas onde iriam trabalhar.

A Hospedaria dos Imigrantes recebeu seus últimos imigrantes até 1978, e após isto encerrou suas atividades. Em 1982 o edifício foi demolido a pedido do Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico (Condephatt), reabrindo em 1998, onde o local passou a abrigar o Memorial do Imigrante. Este foi substituído pelo Museu da Imigração do Estado de São Paulo, e foi criado para preservar a memória e a história dos imigrantes recebidos a partir da Hospedaria dos Imigrantes.

 

Museu da Imigração de São Paulo
Museu da Imigração de São Paulo

 

O Museu da Imigração é um dos maiores detentores e preservadores da cultura imigrante no país, instituição que concentra informações de grande importância a várias etnias aqui abordadas. O Museu guarda e compartilha para o público os cadastros de muitos imigrantes aqui estabelecidos, por meio de um banco de dados que pode ser acessado via internet e adquirido o documento original digitalizado por download.

 

Site Museu da Imigração de São Paulo
Site Museu da Imigração de São Paulo

 

Em comemoração ao Centenário da Imigração Japonesa em 2008, foi desenvolvido um sistema conhecido como Ashiato que qualifica e identifica informações dos imigrantes japoneses, datando o navio em que embarcou, o período de saída e chegada ao Brasil e sua naturalidade.

 

Ashiato
Sistema Ashiato

 

Ambos os sistemas foram tomados a partir dos livros de chegada dos imigrantes. Muitos cadastros podem apresentar discordância, devido aos nomes apresentarem arquivo manuscrito ou até mesmo pessoas podem ter agregado o nome de outra família, vindos ao Brasil como filhos adotivos.

 

 

REFERÊNCIAS:
http://www.al.sp.gov.br/noticia/?id=280387
http://www.museubunkyo.org.br/ashiato/web2/imigrantes.asp
http://www.museudaimigracao.org.br/acervodigital/livros.php
http://www.culturajaponesa.com.br/?p=2202