Origami Arquitetônico de Ingrid Siliakus
Origamic Architecture de Ingrid Siliakus

 

Quem nunca teve ou quis ter aqueles livros de papel que os desenhos que saltavam das páginas? Pois então, este estilo de recorte e dobradura tridimensional derivam das duas principais artes de papel: o origami e o kirigami, também conhecido como origamic architecure.

O origamic architecure ou origami arquitetônico também é denominado como pop-up architecture, 3D cards ou kirigami tridimensional.

Esta surgiu com a fusão de técnicas de origami e kirigami, contudo, cada arte contribuiui com determinados métodos. No caso, do origami, foi incorporado no origamic architecture a forma tradicional das dobras, que quando desenvolvidas sucessivamente de maneira adequada pode ofercer tridimensionalidade no trabalho praticado. Já o kirigami, foi absorvido as técnicas de dobras e cortes feitos de forma plana e bidimensional.

O origami arquitetônico apresenta características distintas das outras artes em papel, este une imagens bidimensionais com tridimensionalidade, permitindo que a figura “salte do papel”. Uma das peculiaridades do origamic architecture é que este processo já apresenta cortes estratégicos e dobras pré-definidas, permitindo um trabalho mais preciso. Além disso, há a possibilidade de eliminar partes desnecessárias do material. Dependendo do tipo de modelo, a própria folha pode formar uma figura tridimensional, sendo possível obtê-la através do movimento de abrir e fechar do artigo, voltando ao formato original do papel. Em outros casos, há uma estrutura pré-moldada que é fixada à base.

 

História do Origami Arquitetônico

Os primeiros indícios do origami arquitetônico remontam o Período Edo (1603-1868), através da técnica empregada na confecção das lanternas okoshi-ê, utilizadas principalmente nas casas de chá para iluminar os ambientes. No Brasil este tipo de luminária foi adaptada para as festividades juninas.

 

okoshi-e
Okoshi-e

 

Com o decorrer dos séculos, foram desenvolvidas diversas variações do origami arquitetônico por meio do hibridismo das artes de papel, obtendo dobras no papel e cortes detalhados e localizados, resultando no efeito de tridimensionalidade. Estes eram criados como cartões artesanais em celebração de datas especiais, eventos ou mesmo com o intuito de presentear alguém.

O termo “origamic architecture”, pode ser traduzido como “arquitetura do papel dobrado”, foi criado pelo arquiteto e designer japonês Masahiro Chatani, em 1981. Chatani desenvolveu projetos combinando o origami e o kirigami juntamente com técnicas de design arquitetônico, tomando como inspiração as luminárias okoshi-ê, as figuras pop-up e livros tridimensionais infantis comuns do começo do século XX. Inicialmente, estes trabalhos tinham por finalidade, incentivar seus alunos a projetar construções, contudo, estas atividades atingiram não somente seus alunos, como também, recebeu grande reconhecimento nacional.

Após Chatani se dedicar no desenvolvimento de cartões que formavam figuras tridimensionais quando abertos, suas obras o levaram a realizar diversas exposições por todo o país, pelos Estados Unidos e Europa e a publicação de livros, que foi a porta para a divulgação de seus projetos em outros países em que não havia ainda alcançado.

 

origami-arquitetônico
Origami Arquitetônico

 

castelo de osaka origami architecture
Castelo de Osaka em Origami Arquitetônico

 

Os trabalhos e as idéias de Chatani influenciaram inúmeros artistas e designers de diversos países. No Brasil, há três principais empresas que atuam no desenvolvimento de produtos em origami arquitetônico: Origami Arquitetura de Papéis, Ateliê Naomi Uezu e Ramblas do Brasil.

 

livro em pop-up
Livro ao estilo origami arquitetônico –

 

Cartão em tsuru com técnicas de origami arquitetônico
Cartão em tsuru com técnicas de Origami Arquitetônico

 

REFERÊNCIAS:

http://helenhiebertstudio.com/origamic-architecture/
https://www.ignant.com/2013/06/06/ingrid-siliakus/
http://www.handmadecharlotte.com/how-to-make-chinese-paper-lanterns-in-4-easy-steps/
http://www.instructables.com/id/The-Osaka-Castle-Pop-up-card-Kirigami-Origamic-Arc/
http://www.kingorama.com/shahnameh-zahhak-the-legend-of-the-serpent-king/

UENO, Thais. Do Origami Tradicionao ao Origami Arquitetônico: uma trajetória histórica e técnica do artesanato orietal em papel e suas aplicações no design contemporâneo. Dissertação de Mestrado, UNESP. 2003.