Fuji no Hana
Fuji no Hana

 

O Ashikaga Flower Park está localizado em Ashikaga, na província de Toshigi e é considerado como um dos pontos turísticos mais belos do Japão. Trata-se de um parque de flores que apresenta características sazonais, mudando de cenários conforme cada estação. O parque possui 20 hectares de extensão e apresenta várias espécies de flores, dentre eles: glicínias, azaléias, hortências, calamis, lírios d’agua e entre outras variedades de plantas. Contudo, aquela que apresenta maior presença no parque são as glicíneas, estas praticamente batizaram o parque e são a marca registrada do local. As glicíneas também são conhecidas como wisterias ou no Japão que são popularmente denominados como Fuji .

 

Ashikaga Flower Park
Ashikaga Flower Park

 

Caminho de flores em Ashikaga Flower Park
Caminho de flores em Ashikaga Flower Park

 

Tulipas em Ashikaga Flower Park
Tulipas em Ashikaga Flower Park

 

Glicínias
Glicínias

 

As glicíneas são classificadas como as árvores floríferas mais antigas do arquipélogo japonês, datadas desde o período Heian (794-1183), época em o Japão estava sobre o domínio do clâ Fujiwara. E seu registro pode ser confirmado nas descrições dos antigos poemas Man’yōshū (Collection of Ten Thousand Leaves).
Também foram encontrados registros das wisterias em pinturas estilo ukiyô-e do artista Utagawa Yoshitaki em 1860.

 

Glicínia presente em Ukiyô-e
Glicínia presente em Ukiyô-e

 

A Noda Fuji é uma das espécies nativas do país, apresentando características marcantes, como cachos em cascata. A Fuji pode apresentar várias colorações como branco (Shiro Fuji) uma das principais atrações, onde forram um túnel de 80 metros de comprimento, rosa claro (Usubeni Fuji) floresce principalmente em Abril, esta possui um tom suave e seus cachos de flores podem atingir até 40cm de comprimento, as amarelas (conhecidas como Correntes douradas ou common laburnum ) esta espécie foi importada da Austrália e Suíça em 1970, e ocupam um local de destaque também agrupada em uma cobertura de 80 metros de comprimento. As violetas (Murasaki Fuji), cuja cor é chamada frequentemente de Fuji-iro (cor da glicínia) são consideradas genuinamente japonesas. Estas variam de tonalidade (o tradicional púrpura, púrpura azulado, o púrpura azulado mais claro) e atingem de 40 até 50cm de comprimento cada arranjo de flores. Também há outra variedade da Noda Fuji, a Yae Kokuryu ou Double-Petaled Wisteria , apontada como uma multação da Kokuryu Fuji, apresenta cachos fartos semelhantes aos de uma videira.

 

Cobertura de glicíncias brancas
Cobertura de glicíncias brancas

 

Famoso túnel do Ashikaga Flower Park
Famoso túnel do Ashikaga Flower Park

 

Túnel de glicínias amarelas
Túnel de glicínias amarelas

 

E a glicínia gigante, estimada como a mais bela em todo mundo, estes exemplares foram extraídos de um bairro conhecido como Asakura à 20 km de seu local atual. Há uma década atrás ocupava o espaço equivalente à 72m², atualmente compreende 1000m² da extensão do parque. E apresenta popularidade por sua visível beleza, onde suas longas florescências podem tocar o chão.

 

Flores de glicína gigante
Flores de glicína gigante

 

Glicínia gigante
Glicínia gigante

 

O parque permite visitas noturnas de apreciadores, autorizando passeios em locais determinados, oferecendo assim uma perspectiva completamente diferente da diurna.

 

Visão noturna do Ashikaga Flower Park
Visão noturna do Ashikaga Flower Park

 

Apreciação noturna das glicínias gigantes
Apreciação noturna das glicínias gigantes

REFERÊNCIAS:
http://www.amusingplanet.com/2012/03/ashikaga-flower-park-japan.html
http://www.japaoemfoco.com/ashikaga-flower-park/
http://www.ashikaga.co.jp/en/wisteria.html